sábado, 17 de fevereiro de 2018

Bom fim-de-semana

Bem, este blog tem andado mais parado que um caracol sob o efeito de calmantes. Gostava imenso de dizer que as coisas vão melhorar daqui para a frente, mas a verdade é que sei que isso não vai acontecer. 

Este fim-de-semana vou para Paris, vamos festejar os 30 de uma das minhas melhores amigas, e quando voltar para o UK, vou ter uma semana absolutamente caótica à minha espera mas, depois desta semana, as coisas são capazes de acalmar um pouco. Pelo menos, eu assim o espero. 

Entretanto, óbvio que não podia simplesmente largar tudo e ir para Paris sem passar por aqui para vos desejar um bom fim-de-semana! Já sabem que o melhor sítio para me irem acompanhando é aqui. Não sei como está o tempo para os vossos lados, mas aqui está um dia de sol lindo e eu até acordei com mais energia só por causa disso. Bom fim-de-semana, maltinha!


quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Feliz Dia dos Namorados

No primeiro dia dos namorados que passámos juntos, decidimos arriscar e ir jantar fora. Vivemos em arrependimento até hoje por essa decisão: não tínhamos reservado mesa e os restaurantes estavam todos à pinha, era só casalinhos por todo o lado (nós incluídos) e o stress e a confusão eram tais que  a atmosfera romântica foi toda para o catano. 

Desde aí, jurámos solenemente que o jantar neste dia seria sempre em casa. Ainda por cima, já não somos estudantes despreocupados e depois de um dia de trabalho, irmos para um restaurante a abarrotar de pessoas não é um plano romântico, é uma tortura. Não faltam boas oportunidades para ir comer fora e esta não é uma delas. Para nós, pelo menos.

No entanto, também não gosto de deixar de passar o dia em branco e achei por bem vir aqui desejar-vos um bom dia dos namorados, a todos vocês, pessoas apaixonadas e cheias de romance nessas almas. Sozinhos ou acompanhados, sejam felizes, hoje e sempre. Que bonito que isto foi, é melhor acabar mesmo por aqui, que depois duma epifania destas, a tendência é sempre aparvalhar.


Foto daqui

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Vamos lá fazer um ponto da situação

Regressei ao trabalho há duas semanas atrás (não, a saga do NHS e das burocracias ainda não está resolvida). Estive tanto tempo parada por causa desta treta das burocracias, que a alegria de agora voltar ao activo é imensa. Nem me custa acordar todos os dias às 6h! Mentira. Custa imenso, mas a motivação é tanta que nem me tenho queixado. 

Entretanto, continuamos à procura de carro (este homem é um indeciso), temos de começar a procurar casa (o apartamento ainda não foi vendido, mas não queremos esperar que isso aconteça e nos ponham fora), andamos a começar a planear viagens novas (finalmente! Não vou a lado nenhum desde que fui a Barcelona, em setembro, o que foi há uma vida inteira) e o blog cá vai ficando, esquecido. Estou numa fase em que preciso de me concentrar em mim e na minha "vida real" e esta vida digital vai ficando esquecida.

Por aqui, não vão haver festejos de Carnaval. Não que eu me importe, que é celebração da qual não gosto particularmente, mas têm qualquer coisa chamada "Pancake Day" (também não morro de amores por panquecas, para quando uma celebração que eu adore? Para quando um "Chocolate Day"?). Quanto ao Dia dos Namorados, também não temos nada de especial planeado. Andamos muito caseirinhos e simples, ultimamente, e tem-me sabido pela vida. Temos visto filmes, tenho lido imenso, consegui actualizar quase todas as minhas séries, tenho treinado e trabalhado. Temos sido felizes.

E vocês, pessoas com vidas emocionantes? Quais são os vossos planos para o Carnaval e para o dia dos namorados? Contem-me tudo.

E, entretanto, não se esqueçam de seguir o blog e, já agora, o instagram, que é a minha rede social mais animada. 

Boa semana a todos!

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

TAG | Gosto e Não Gosto

Fui nomeada pela fofinha da Rititi para responder a esta TAG e, como eu não resisto a uma boa TAG, cá estou eu a participar. Não só adoro TAG's, como este mês está a ser muito difícil para mim ter ideias para escrever, de modos que isto calhou duplamente bem!





Regras: 
- Ser o mais aleatório possível;
- Ser o mais criativo possível;
- Não repetir temas;
- Mencionar o blogue que vos desafiou.

Obrigada desde já à Rita, que se lembra sempre de mim para estas coisas, e vamos lá então andar com isto! 


Gosto:
- De pequenos-almoços demorados em casa, com um bule de chá e torradas com manteiga (e a dois, de preferência)
- De ir tomar o pequeno-almoço fora (sou uma fanática dos pequenos-almoços, caso ainda não tenham reparado)
- De andar a pé
- De sol
- De artigos de papelaria
- De viajar
- De fazer planos
- De pessoas que saibam fazer-me rir
- De sair do trabalho e ainda ser dia
- De chocolate de leite recheado de caramelo
- De maus-feitios
- De nadar
- De um gin tónico em boa companhia

Não gosto:
- De pessoas que me abraçam por razão nenhuma
- Que me mexam no cabelo (pior ainda se me pedem para mexer no cabelo de alguém)
- De ter fome
- De passar dias inteiros em casa
- De hipocrisia
- De ser o centro das atenções
- De neve
- De me deitar numa cama por fazer
- De descascar legumes
- De falar ao telefone (mandem mensagem, pleeease)
- De ficar acordada até muito tarde
- De passar uma semana inteira sem fazer exercício

Pronto, malta, acho que isto chega por hoje. Esta TAG não obriga a nomear ninguém, mas vou fazê-lo na mesma: MariaMargheritaPequenas VontadesGelatina de Morango, estão oficialmente nomeadas por mim!






terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Isto é amor #2

Eu: Porque é que nunca fizemos um jantar à luz das velas?

Ele: Porque podemos pagar pela electricidade.

Se isto não é amor verdadeiro, então eu não sei o que é.

domingo, 4 de fevereiro de 2018

5 Coisas para Fazer em Paris

Fevereiro chegou e, com ele, chega também a ansiedade associada ao dia mais piroso-e-cutxi-cutxi do ano: o dia dos namorados.

Cá em casa somos duas almas simples, que não ligamos bolha a este dia, mas eu sei que muitos de vocês gostam de celebrar o dia de São Valentim e sei, também, que há muita gente que programa fins-de-semana românticos. Ora, quem diz fim-de-semana romântico, diz Paris, daí ter decidido trazer-vos este post hoje (isso e falta de outras ideias).

Sendo assim, e porque sou vossa amiga, vou deixar-vos aqui uma pequena lista de coisas giras para fazerem em Paris, seja num fim-de-semana romântico ou noutra altura qualquer:


1 - Almoçar na Place du Tertre 




Para mim, a Place du Tertre é uma paragem obrigatória em qualquer visita a Paris. É a 2 minutos do Sacré-Coeur, por isso, costumo planear uma visita à basílica de manhã, seguida dum almoço nesta praça. Não faltam lá restaurantes, para todos os gostos e todos os preços e é um lugar super simpático, cheio de vida e animação e os pintores no meio da praça criam um ambiente especial e muito bonito. Cuidado com as fotografias, porque eles não gostam que se tirem fotos aos quadros, alguns dos quais são autênticas obras de arte (e caríssimos, vão reparar também).

2 - Uma visita à "Maison Georges Larnicol"





Ao saírem na estação de metro de "Anvers", para irem visitar o Sacré-Coeur (que devem visitar, não só pela basílica, mas também pela vista que se tem sobre Paris), vão ter de subir a pé a Rue de Steinkerque, uma rua cheia de gente e cheia de lojas de souvenirs. No meio dessas lojas de souvenirs, vão encontrar a Maison Georges Larnicol e aconselho a que entrem. Não só vão encontrar toda uma imensidão de chocolates, macarons, caramelos, enfim, de tudo e para todos os gostos, como vão poder ver esculturas de chocolate dignas de estarem num museu. Pessoalmente, acho a escultura da Catedral de Notre-Dame impressionante. E sim, também há uma Torre Eiffel de chocolate.

3 - Parar no Trocadéro para tirar a foto da praxe


Esta não é, propriamente, uma paragem obrigatória, mas é daqui que vão ter uma das melhores vistas para a Torre Eiffel e conseguir tirar a mítica fotografia a tocar na ponta da mesma. Pequena dica: se não quiserem perder tempo a testar distâncias e poses e a tentar uma fotografia onde não apareçam vocês e mais uma dúzia de pessoas que não conhecem de lado nenhum, podem atravessar a rua para irem para o meio da rotunda, onde há uma estátua mesmo de frente para a Torre Eiffel. Aí não tem que enganar, podem tirar as fotos que quiserem e muito mais à vontade, porque não costuma ter ninguém.

4 - Atravessar a Ponte Alexandre III



Paris não é das minhas cidades preferidas, mas tem alguns sítios que adoro e um deles é esta ponte. Seja de dia ou de noite, aconselho a que a atravessem a pé, porque não só a ponte em si é lindíssima e quase nos faz pensar que viajámos no tempo, como vão ter uma vista espectacular para o Sena e para a Torre Eiffel.

5 - Ver o espectáculo de luzes da Torre Eiffel


Todas as noites, a partir de uma certa hora (têm de pesquisar, porque a hora a que começa varia com a altura do ano), a Torre Eiffel é iluminada durante alguns minutos e é um espectáculo lindo de se ver. Se não se lembrarem de pesquisar, nada temam. Costuma ser a uma hora certa (tipo 21h ou 22h), repetem algumas vezes durante a noite e, basicamente, quando virem os turistas todos de câmara em riste a apontar para a Torre Eiffel é porque está para começar.


Bem, espero que gostem e que vos sirva de alguma coisa, se estiverem a planear uma visita a Paris num futuro próximo. Posto isto, bom domingo a todos!







quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Bem-vindo, Fevereiro!

E cá está ele, o segundo mês do ano! Mês curtinho, mês do Carnaval (não para mim, que aqui não se festeja) e um mês que promete. 

Quantos de vocês ainda se mantêm fiéis às vossas resoluções de ano novo? 

Por cá, a coisa até não tem corrido mal. Voltei a correr (ainda só corri uma vez, que foi no domingo passado, mas não interessa, voltei), consegui treinar 3/4 vezes por semana, li um livro inteiro e vou a meio do segundo (pode não parecer muito, mas já é bem melhor do que o que li no ano passado... e digo isto com muita vergonha de mim mesma), fizemos várias refeições vegetarianas (reduzir o consumo de carne também era um dos nossos grandes objectivos) e voltei ao trabalho (provavelmente, isto deveria ter vindo no início da lista). Portanto, agora em fevereiro só quero conseguir manter o foco e a motivação para chegar ao fim do mês tão contente comigo mesma como estou agora. 

Aqui no UK continua um frio de rachar, a primavera ainda está longe de dar sinais de vida, mas os dias estão a ficar ligeiramente maiores, o que quer dizer que em vez de ser noite cerrada às 16h, é noite cerrada às 17h. Não está mau, não nos vamos queixar. 

Malta, tenham todos um bom mês, espero que se mantenham aí desse lado a ler os disparates que terei para partilhar convosco e, já agora, uma boa sexta-feira (eu sei que hoje é quinta, mas já é tarde, por isso nem conta)!